Fique por dentro das novidades

Inadimplência: conheça as principais causas e saiba como evitar

compartilhar:

Blog DEUcrédito - Inadimplência: conheça as principais causas e saiba como evitar

O aumento do desemprego e a queda de renda são alguns dos motivos que colaboram para o crescimento da inadimplência no país. Também é muito comum encontrar pessoas que estão passando por essa situação e não entendem as causas da inadimplência.

Compreender a origem do problema é essencial para recuperar a saúde financeira. Através de uma breve análise é possível encontrar formas de solucionar e evitar os problemas. Conheça os principais erros cometidos pelos inadimplentes e aprenda a evitá-los.

Falta de planejamento

Não planejar os gastos mensais é um dos mais comuns e maiores erros cometidos pelos inadimplentes. O controle financeiro pode ser feito por meio de uma planilha de gastos ou até mesmo em um caderno. O importante é anotar todos os seus gastos diários para ter um controle e conseguir visualizar todas as suas despesas em um lugar só.

Planejar as compras parceladas também é necessário para que você não faça dívidas maiores do que o valor dos seus rendimentos.

Parcelamento da fatura do cartão de crédito

O crédito rotativo lidera o ranking dos juros mais altos no mercado. O crédito rotativo é acionado quando o cliente faz o pagamento mínimo ou pagamento no valor menor que o total da fatura do cartão.

Mesmo que o banco ou administradora do cartão ofereça o parcelamento da dívida, você terá que desembolsar muito dinheiro para isso e seguirá pagando juros. A dica é planejar os gastos com o cartão de crédito e usá-lo somente quando for realmente necessário.

Cheque especial

O cheque especial é oferecido aos correntistas e funciona como um empréstimo automático. Por esse motivo, os juros são extremamente altos, fazendo com que a dívida cresça rapidamente, porque não basta cobrir o saldo negativo do banco, também é preciso ter mais dinheiro para não entrar em um círculo vicioso.

O serviço, que parece uma facilidade, pode se transformar em uma armadilha e arruinar a sua vida financeira. Se por algum motivo você precisa de dinheiro, prefira uma modalidade de crédito mais barata, como o empréstimo pessoal, pois ele pode ter até 50% menos juros que o cartão de crédito e o cheque especial.

Atrasar pagamentos

Além de planejar os gastos é importante ter o controle do vencimento de todas as contas. Assim, você irá evitar pagar juros pelo atraso. Além disso, existem algumas empresas que dão descontos nas parcelas pagas até uma determinada data. Fique atento à isso e economize!

Não possuir um fundo de emergência

Você pode começar com uma pequena quantia e ir aumentando o valor aos poucos. Mas se você precisar de dinheiro e não possuir uma reserva financeira, evite o cartão de crédito ou o cheque especial. Os juros altos podem fazer você contrair mais dívidas, por isso é importante organizar a sua vida financeira para conseguir economizar.

Precisando de dinheiro para quitar as dívidas? Sabia que você pode contratar um empréstimo consignado sem ir até uma agência? A Deucrédito pode te ajudar! Consulte sua margem consignável agora mesmo e faça a contratação com toda a praticidade do digital!